quinta-feira, outubro 29, 2009

Apresentação Publica do Pónei da Terceira

A Universidade dos Açores em parceria com a Academia Equestre João Cardiga e a Feira da Golegã, promovem raça autóctone portuguesa, que se encontra em perigo de extinção.
FEIRA DA GOLEGÃ – Sábado, dia 14 de Novembro, pelas 18h00
Uma das novidades do Programa da Feira da Golegã deste ano, é a apresentação publica do Pónei da Terceira, marcada para dia 14 de Novembro, Sábado, pelas 18H00, no Largo do Arneiro e que será levada a cabo pelos alunos da Academia Equestre João Cardiga.
Marta Rosa, Joana Salgado, Guilherme Cunha, António Cardoso, António Corte Real, Beatriz Ferraz, Debora Monteiro e Rodrigo Romão, são os jovens a quem coube a responsabilidade de apresentar cerca de uma dezena destes pequenos animais, candidatos ao reconhecimento zootécnico como raça autóctone portuguesa.
Segundo o Professor Artur Machado, da Universidade dos Açores, responsável pelos animais:
_ “O seu número é tão reduzido, que a sua capacidade de sobrevivência depende de apoios externos e de uma gestão rigorosa do efectivo. O Pónei da Terceira preenche todos os requisitos definidos pela FAO (Food and Agricultural Organisation of the United Nations) para que seja considerado raça Autóctone, não só pela separação geográfica existente entre animais que fenotipicamente possam ser semelhantes, mas também pelo enraizamento na cultura Açoriana em cujo quotidiano participou activamente.
A Universidade dos Açores, através do Centro de Biotecnologia, deu início em 1998, à sua caracterização biométrica e genética, através de marcadores moleculares, com o intuito de recuperar o Pónei da Terceira. Este trabalho reveste-se não só de aspectos meramente científicos, mas também pretende salvaguardar o futuro destes animais, através da sua divulgação para novas funções. Se outrora a vocação para os trabalhos agrícolas era preponderante, hoje em dia o Pónei será atractivo para as actividades lúdicas e desportivas.”
O Pónei da Terceira é um animal de pequenas dimensões, mas com proporções muito correctas e equilibradas, confundindo-se com um puro-sangue Lusitano em ponto pequeno. São animais rápidos, inteligentes, extremamente dóceis e de fácil maneio, a que acrescem as feno típicas de beleza e dimensão que fazem deste animal um excelente companheiro para as classes iniciais de equitação onde, por vezes, os jovens aprendizes sentem receio dos animais maiores. Igualmente, as suas características permitem vê-lo como possível parceiro, em actividades de socialização de pessoas com deficiência.
A parceria agora efectuada com a Academia Equestre João Cardiga, conhecida pela sua aposta no trabalho com pequenos equídeos, desde há vários anos, torna-se assim plenamente justificada.
A Apresentação na Feira da Golegã, tem entrada livre.
Os treinos dos animais e dos alunos decorrem nas instalações do Centro Equestre João Cardiga, em Leceia, Oeiras.
Para mais informações por favor contacte: Maria de Lurdes - 935531202

2 comentários:

Anónimo disse...

O animal de que fala o artigo é o mesmo que conheci toda a minha vida, já o nome que lhe dão agora... bem não é propriamente aquele pelo qual é conhecido cá na ilha, mas quem tem o poder nas mãos faz o que quer e bem entende, até mudar o nome "às coisas".
Cá na ilha Terceira o "Pónei da Terceira" é conhecido (há dezenas de anos) como Garrano da Terceira... Vem agora o Prof. Artur Machado mudar o nome aos Garranos da Terceira com o argumento de que essa alteração de nome se deve à confusão que pode surgir com os Garranos do Gerês mas quanto a mim esse argumento não tem qualquer fundamento uma vez que maior confusão mental irá surgir agora já que cada vez que se ouve falar em pónei, na nossa mente aparece a imagem do Pónei de Shetland, um animal atarracado que não tem nada a ver com o Garrano da Terceira, que diga-se de passagem é muito mais bonito :o)!!! Fico muito feliz pela apresentação e pelo reconhecimento a nível nacional, mas entristece-me que se tente alterar a memória colectiva e fazer uma lavagem cerebral a todos os que conhecem esses belos animais pelo nome que até agora tiveram... Podem até mudar-lhes o nome, mas para mim, assim como para a maioria dos Terceirenses, são e serão sempre Garranos da Terceira!!!

Anónimo disse...

AligBloge xaikalitag Friteplep [url=http://usillumaror.com]iziananatt[/url] Anaxiawenda http://gussannghor.com dymnSuicync

Festa do Cavalo 2017

PROGRAMA 2017              Sexta-feira, 26 de Maio 14.30 – Receção aos participantes 15.00/17.00 – Batismo equestre 20.00 – Pr...