sábado, outubro 11, 2014

TRAJE PORTUGUÊS DE EQUITAÇÃO FEMININO


O traje português de equitação feminino foi há muito balizado pela obra de Lina e João Gorjão Clara (O Traje Português de Equitação) por ausência de outras fontes sobre a matéria.
Ao contrário do traje masculino, etnograficamente representativo dos trajos dos lavradores ribatejanos e alentejanos, o traje feminino não resulta do uso popular, mas de uma clara criação dos referidos investigadores, baseado escassas fontes, sendo uma delas um traje envergado pela Rainha D. Amélia e que surge em várias fotografias tiradas em Vila Viçosa.

No entanto, sendo o único estudo do género e reconhecendo-se a Lina e João Gorjão Clara o mérito pelo trabalho desenvolvido, tanto que são habitualmente convidados para julgarem concursos de traje, tem-se verificado um espartilhar nos trajes femininos apresentados, pois a tendência das mulheres que pretendem apresentar-se devidamente trajadas, nomeadamente nos concursos do traje, é copiarem o exemplar descrito no referido livro.
O próprio Dr. Gorjão Clara tem-se queixado que muitos dos trajes femininos apresentados, divergem pouco dos masculinos, com o qual concordo em absoluto.

Querendo contribuir para uma maior diversificação dos trajes apresentados, deixo de seguida imagens de trajes do final do sec.XIX e início do sec.XX.
Sobre o assunto ver Trajes de Portugal
Carlos Cardoso